Arquivo para julho 14th, 2017

Saúde

A Rainha do Baile Rogéria

A Rainha do Baile Rogéria

ROGÉRIA INTERNADA
Em estado grave e infecção generalizada, a estrela Rogéria se encontra internada na UTI da Clínica Pinheiro Machado, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio. Ainda não há previsão de alta para a atriz.

LAVANDERIA NORDESTE HOME
O empresário Roberto Costa Silva estará entregando a cidade nesta sexta-feira (14) às 19h30m a sua nova Lavanderia Nordeste Home na Avenida Getúlio Vargas. A nova loja  tem como finalidade oferecer o melhor em matéria de lavagem na área empresarial ou domestica.

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A OFICINA DE CIRCO-TEATRO
As inscrições para as Oficinas de Circo-Teatro  do 2º semestre de 2017 a serem realizadas no Centro de Cultura Amélio Amorim  ficam abertas no período de 12 a 21 de julho, com inicio das atividades no dia 28 de julho.  As oficinas fazem parte da convocatória de Ocupação de Pautas Artístico-Culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço, uma seleção que busca impulsionar a difusão, democratizar o acesso, dinamizar os espaços e contribuir para o cumprimento dos objetivos das políticas culturais na dimensão territorial da cultura.

ARRAIÁ DA BOA
A cerveja Antarctica decidiu fazer uma grande festa junina do Rio de Janeiro, o Arraiá da BOA. Inspirados pelo roteiro de seu curta metragem, Na Fogueira, Antarctica irá transformar o tradicional casamento junino em um casamento de verdade, comunitário, e realizar o sonho de 100 casais. Os interessados deveriam se inscrever pelo site da cerveja, que teve todas as vagas preenchidas em três dias. A cerimônia, que acontecerá no dia 22 de julho, será seguida por uma grande festa junina aberta ao público.

O maquiador Fernando Torquatto e sua equipe vão maquiar e pentear as 100 noivas. Torquatto abriu mão do cachê e decidiu participar como voluntário. A cantora Preta Gil doará esmaltes e cantará na festa. Eline Porto, a Duda do curta Na Fogueira, doará um arranjo de cabelo, Guti Fraga uma peça de decoração e o DJ Ronaldo uma gravata, que segundo ele, trouxe sorte em todos os casamentos em que usou.

Cópia de miss_brasil_plus_size_2011_header

10678027_683039915104998_2133775463_o

10569800_659662404109416_591025584_o1

Revolução Francesa

download

A QUEDA DA BASTILHA
Dia 14 de julho de 1789 foi o dia em que o povo francês tomou a Bastilha, o maior símbolo do absolutismo do país. A invasão da Bastilha deu início à Revolução Francesa, o movimento social e político que marcou a história da França e do mundo.

Usada como prisão estatal durante os séculos 17 e 18, a fortaleza mantinha prisioneiros políticos, intelectuais e nobres, que contestavam o poder absoluto do rei. A sua queda simbolizou a derrubada da monarquia absolutista, fim do Antigo Regime e fortalecimento da participação popular.

O povo de Paris cortou a cabeça do governador da prisão e ficou durante 5 meses no local, quando foi estipulada a demolição do local.

Composta por 8 torres com quase 3 metros de espessura, 30 metros de altura e duas pontes elevadiça, a Bastilha era mais do que uma fortaleza. Apesar de ter apenas 7 prisioneiros quando foi tomada, era vista como símbolo do autoritarismo do rei. Recebia cerca de 40 prisioneiros por ano, onde acreditava-se que eram guardadas armas e munição.

HISTÓRIA DA QUEDA DA BASTILHA  NA REVOLUÇÃO FRANCESA
A Bastilha era uma fortaleza situada em Paris, capital da França. Começou a ser construída no ano de 1370, durante o reinado de Carlos V. Foi concluída, doze anos depois, em 1382.

No século XV, foi transformada pela monarquia francesa numa prisão de Estado, ou seja, um local onde eram presos aqueles que discordavam ou representavam uma ameaça ao poder absolutista dos reis.

Tornou-se um símbolo do absolutismo francês, sendo que vários intelectuais e políticos foram presos em seus cárceres. Entre os prisioneiros mais famosos, podemos citar: Bassompierre, Foucquet, o homem da máscara de ferro, duque de O’rleans, Voltaire, Latude entre outros.

Durante a Revolução Francesa (1789) foi atacada e tomada pelos revolucionários, em 14 de julho. Os presos políticos foram libertados. A Queda da Bastilha tornou-se um marco e símbolo da queda da monarquia francesa. Inclusive, o 14 de julho foi escolhido pelos franceses como feriado nacional e data de celebração da Revolução Francesa.