Posse

POSSE DE AURÉLIO WANDER BASTOS NA ACADEMIA
Empossado na cadeira 20, que pertenceu ao jurista Augusto Teixeira de Freitas ( um dos fundadores do Instituto dos Advogados Brasileiros), na Academia Brasileira de Letras Jurídicas,   Aurélio Wander Bastos fez homenagem póstuma ao criador do esboço do Código Civil brasileiro. 

Por encomenda de Dom Pedro II, com quem trabalhou desde 1844  , quando veio morar no Rio de Janeiro ( ele  nasceu na Bahia e estudou  em Olinda a em São Paulo )  e abriu um escritório de advocacia na Rua da Quitanda, Teixeira de Freitas criou o esboço ( ele não gostava de dizer que era definitivo) dó Código,  que inspirou o processo de codificação  do Uruguai,  Paraguai , Nicarágua e,  principalmente a Argentina.
Participarem da solenidade,  no plenário do IAB,  Francisco Amaral,  presidente da Academia Brasileira de Letras Jurídicas,  Arnaldo Niskier e Carlos Nejar, membros da ABL, e Paulo Lins e Silva.

Aurélio Wander Bastos e Paulo Lins e Silva.

Carlos Nejar, Arnaldo Niskier, Paolo Mendonca, Francisco Amaral, presidente da Academia Brasileira de Letras Jurídicas, Sergio Andréa

Fotos: Divulgação