Livro

Obra Alegrias e Tristezas, de Bruno da Silva Antunes de Cerqueira e Maria de Fátima Moraes Argon (2020) / Crédito: Divulgação / Linotipo Digital

BIOGRAFIA RECÉM-LANÇADA DE D. ISABEL
Considerada a maior obra já publicada sobre D. Isabel, o lançamento Alegrias e Tristezas, escrito pelos historiadores Bruno da Silva Antunes de Cerqueira e Maria de Fátima Moraes Argon, compila em 888 páginas a vida íntima da princesa, a partir de uma pequena autobiografia de 1908.

Recém lançada pela Linotipo Digital e Instituto Cultural D. Isabel a Redentora, a obra desmitifica algumas informações contraditórias sobre D. Isabel. A partir de uma pesquisa minuciosa, feita em mais de 20 anos, os historiadores apresentam as nuances envolvendo o golpe militar que implantou a República, fato que impediu D. Isabel de assumir o trono.

Nesta obra, os autores analisam as armadilhas históricas na expressão “Princesa Isabel”, que minimiza a participação da herdeira ao trono no processo da Abolição da Escravatura no Brasil. Outra novidade nesta produção são as mais de 70 ilustrações inéditas que farão o leitor imergir no período do Brasil Império.

NA MAISON PITOMBO OS ARCOS DE CRISTAIS PARA CABELO