Regras

Família real e suas regras

REGRAS QUE AS CRIANÇAS DA FAMÍLIA RELA TEM QUE SEGUIR
Os príncipes George e Louis e a princesa Charlotte podem ainda ser crianças, mas desde pequenininhos precisam seguir certas regras por fazerem parte da Família Real britânica.

Nenhuma criança real pode sentar com os adultos nas refeições. Os pequenos são barrados até aprenderem “a arte de conversar educadamente”. Saber falar outras línguas é regra fundamental para um membro da família real, por conta de sua posição de destaque em todo o mundo. O príncipe William, pai de Charlotte, George e Louis, por exemplo, fala mandarim, além de inglês. Já o príncipe Harry demonstrou em eventos que sabe falar árabe.

Como George, Charlotte e Louis recebem muitos presentes natalinos do povo britânico, a maioria deles vai para doação. Outro detalhe: enquanto a maioria das crianças abrem os presentes que ficam embaixo da árvore na manhã de Natal, as crianças da realeza já sabem o que o Papai Noel deixou de mimo na tarde da véspera natalina. É comum que as crianças reais tirem fotos oficiais em datas importantes, como aniversário e Natal. Os registros são sempre muitos fofos e encantam os “súditos”!

Dar o nome a um bebê real requer muita criatividade: eles podem ter até quatro nomes próprios. São os casos do príncipe George (George Alexander Lewis), da Princesa Charlotte (Charlotte Elizabeth Diana), do Príncipe William (William Arthur Philip Louis), do Príncipe Harry (Henry Charles Albert David) e por aí vai. Ninguém que tenha o sangue real, na verdade, precisa ter um sobrenome.

No entanto, quando crescem e vão para a escola ou, mais tarde, para o Exército, a realeza pode usar um sobrenome a sua escolha. As tradições já começam com o bebê real no dia do seu batismo. Quando são batizados, os pequenos precisam vestir uma túnica que está na família há mais de 160 anos. Uma réplica foi feita em 2004 e usada tanto por Charlotte quanto por George.

A chegada de um bebê pode mudar a linha de sucessão do trono britânico. O nascimento de Charlotte, por exemplo, se tornou um marco histórico na linha de sucessão do trono britânico: tudo porque, desde 2013, ela depende apenas da ordem de nascimento e não mais do gênero, como era estabelecido anteriormente. Agora, a sequência para o trono é a seguinte: príncipe Charles, filho da Rainha Elizabeth, como primeiro; o segundo William, neto da Rainha; o terceiro, George, filho de William, e em quarto lugar, Charlotte, seguida de Louis e Harry.

Seja por estilo ou para manter um padrão de vestimenta, o fato é que Charlotte aparece com muita frequência usando vestidos – sempre vestidos – com a gola Peter Pan. O detalhe já é um marco na forma de a princesinha se vestir. Você pode não ter reparado, mas George sempre aparece em público usando bermudinha. Esse detalhe na roupa do príncipe tem a ver com uma tradição britânica aristocrata, em que os meninos deviam se vestir assim até os 8 anos para demarcar sua posição social.

Acontece que, surpreendentemente, George apareceu de calça no casamento de seu tio, o príncipe Harry, com Meghan Markle. A mudança pode ser um indicativo de que o menininho “já cresceu” ou indicar algumas mudanças na rigidez da família real em relação às regras. A princesa Charlotte nunca está totalmente vestida sem um laço no cabelo!  A pequena nunca é vista sem o adereço na cabeça – e está sempre combinando o laço com suas roupinhas.

Na família real, tiaras só são permitidas para pessoas casadas. Curioso, não? Nada de Facebook, Twitter ou Instagram para os membros da Família Real! Mesmo quando Charlotte, George e Louis atingirem certa idade, eles não poderão ter redes sociais pessoais.