Santuário

Novo Santuário de Santa Rita de Cássia

MAIOR SANTUÁRIO DO MUNDO DEDICADO À SANTA RITA DE CÁSSIA
Neste domingo dia 22 de maio, o Brasil ganhará o que já está sendo considerado o maior santuário do mundo dedicado à Santa de Rita de Cássia. O santuário fica em Cássia, cidade de 18 mil habitantes na região sudoeste de Minas Gerais, e levou quatro anos para ficar pronto. Está localizado em uma área de 180 mil metros quadrados e possui 10.600 metros quadrados de área construída.

O local abriga um centro comercial, a casa para o clero, um velário e a réplica da casa onde viveu Santa Rita de Cássia, na Itália. Ao todo são 100 mil metros quadrados de edificação. O novo santuário levou quatro anos para ser concluído. Tem capacidade para receber 5 mil pessoas sentadas e 2 mil em pé. Conta com sanitários, vestiários, fraldário, praça de alimentação, heliponto e estacionamento para 200 ônibus e mil carros.

O projeto do santuário de Santa Rita de Cássia foi idealizado pelo empresário Paulo Flávio de Melo Carvalho. O empresário é natural de Cássia, tem 73 anos e é um devoto fiel à santa. “O maior santuário do mundo é no Vaticano [Basílica de São Pedro], depois vem o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida e, agora, virá o Santuário de Santa Rita De Cássia. Me sinto um enviado da Santa para a construção desse santuário”, finaliza Carvalho, que fará a doação do edifício orçado em R$ 25 milhões para a diocese.

SANTA RITA DE CÁSSIA
Rita nasceu em 22 de maio de 1381, em Roccaporena, perto de Cássia, na Itália. Sua família era religiosa e ela queria seguir esse caminho. Mas, como era costume da época, seus pais desejavam que ela se casasse. Assim, recebeu como marido Paolo Ferdinando. No começo, ele parecia ser uma boa pessoa, mas, com o tempo, o homem passou a ser infiel e beber demais.

Rita usou de sua fé e sempre rezou para a conversão do marido. No fim, ele se tornou um bom homem, mas acabou assassinado. Os dois filhos do casal, ainda jovens, acabaram seguindo os maus exemplos do pai e, com a sua morte, juraram vingança. Rita sabia que eles cometeriam um grande pecado, então, suplicou a Deus que os salvasse. Algum tempo depois, os dois ficaram doentes e, antes que morressem, Rita os ajudou a se converter. Eles ouviram o conselho da mãe e conseguiram perdoar o assassino do pai e, assim, morreram em paz.

Após esses fatos, Rita entrou em um convento, onde as superioras duvidavam de sua vocação por ela ter sido casada e ter tido filhos. Então, mandaram-na regar um pedaço de madeira seca do jardim por um ano. Ela obedeceu, sempre com fé e amor. E assim, um milagre aconteceu: o galho se transformou em uma videira que dá uvas até hoje! Por isso, acredite sempre no poder dessa doce sofredora e conte com sua intercessão para ter ajuda com suas causas impossíveis.

Na Maison Pitombo maleta com faqueiro inox com dourado 24 peças