Chanel

Coco Chanel em 1920

POR QUE GABRIELLE CHANEL RECEBEU O APELIDO ‘COCO’
Uma‌ ‌das‌ ‌maiores‌ ‌estilistas‌ ‌de‌ ‌todos‌ ‌os‌ ‌tempos,‌ ‌a‌ ‌francesa‌ ‌ficou‌ ‌marcada‌ ‌na‌ ‌história‌ ‌sob‌ ‌sua‌ ‌alcunha‌ .Precursora do minimalismo e do estilo casual, Gabrielle Chanel marcou seu nome na história como ‘Coco’. Uma das mais importantes estilistas da história, ela libertou mulheres de estigmas impostos pela sociedade ao criar peças de roupas modernas, com cortes e detalhes mais sutis que os espartilhos que vinham apertando-as por tanto tempo.

A importância de Coco para a moda pode ser observada por sua relevância incontestável mesmo após meio século de sua morte. Popularizando um modo de se vestir mais elegante e simples, com calças femininas e o famoso pretinho básico, ela elevou o padrão da moda no século 20, uma influência que permanece até os dias de hoje.

Sua marca homônima expandiu-se para além de roupas: joias, bolsas, perfumes e maquiagem são alguns dos produtos vendidos ainda atualmente. Reinventando a moda feminina, Gabrielle mudou completamente a sua própria realidade e a de muitas mulheres por meio da moda.

Isso porque a hoje tão famosa Coco Chanel não teve uma vida fácil. Filha de Eugénie Jeanne Devolle, uma lavadeira, e de Albert Chanel, um vendedor ambulante de roupas, ela foi colocada pelo pai em um orfanato aos apenas 12 anos de idade, onde passou sua adolescência, junto à irmã.

A instituição obrigava a menina a ter uma rotina rigorosa, acompanhada de uma disciplina rígida que a limitava em muitos aspectos. Mas viver no local a ensinou a habilidade mais importante de toda a sua vida, como entenderia mais tarde: foi no orfanato que a futura estilista aprendeu a costurar.

Buscando independência, Gabrielle deixou o orfanato e decidiu se mudar para a região de Moulins, na França, onde passou a morar em uma pensão feita para meninas católicas. Foi naquele momento que ela começou a trabalhar como empregada doméstica e cantora em um cabaré nas proximidades.

Coco Chanel

‘Qui qu’a vu Coco’

Como relembra Laura Wie, especialista em História da Moda, a futura estilista ficou conhecida no cabaré por sempre cantar a música “Qui qu’a vu Coco” durante suas performances. Ela constantemente fazia apresentações para oficiais da cavalaria francesa no local, por volta de 1905.

E como nada aconteceu à toa na vida de Gabrielle, aponta-se que foi essa música que lhe rendeu o apelido “Coco”, que significa “querida”. Ficando famosa no cabaré por conta da música, ela começou a ser chamada de “Coco”, palavra que transformou em nome. Com a nova assinatura, marcou o mundo sob a alcunha de Coco Chanel.

O cabaré também fez com que a moça conhecesse Etienne Balsan, uma nobre que a ajudou a vender chapéus em um apartamento emprestado, como relatou a Folha de S. Paulo. Anos depois, ela abre um ateliê e, em um tempo curto, começa a ganhar fama como estilista, reconhecimento que só cresceu ao longo de sua história.

Coco Chanel em seus últimos momentos

50 anos da morte de Coco Chanel
Chanel faleceu aos 87 anos, em 10 de janeiro de 1971, morte que completou meio século neste ano. Sua maior criação, o perfume Chanel N° 5, também comemora uma data especial em 2021: ele foi criado há 100 anos.

Pensando nisso, o site Aventuras na História iniciou uma parceria com a especialista em História da Moda, Laura Wie, e a Openthedoor Estúdio de Animação com o objetivo de criar a animação ‘A moda antes e depois de Gabrielle Chanel’.

Chegou na Maison Pitombo maleta com faqueiro inox com dourado 24 peças R$299,90