Plataforma

Eles vestem a camisa. Renato Aurilio, Ellen Miranda, Paulo Palenzuela e Fernando Mello Neto

PLATAFORMA DIGITAL CONSUMIDOR PROCESSA
No Brasil, jovens empreendedores criam plataforma digital para dinamizar o acesso à justiça. A plataforma digital Consumidor Processa, nasceu da mente brilhante dos jovens advogados Fernando Mello Neto, Paulo Palenzuela, Ellen Miranda e Renato Aurilio.

Lançado em 2020, no auge da pandemia, o empreendimento veio para suprir a grande demanda pelo acesso à justiça, além de fomentar o mercado de novos profissionais do Direito, classe está tão impactada pelo isolamento social. Três palavras podem definir bem a ideia do quarteto, eficiência, rapidez e comodidade.

CONGRESSO BRASILEIRO DE METODOLOGIAS ATIVAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA
Educadores e profissionais de ONGs de todo o país já podem fazer a inscrição  para participar do o 1º Congresso Brasileiro de Metodologias Ativas na Educação Básica.

O evento, que acontecerá entre os dias 9 e 12 de outubro de forma virtual e imersiva com múltiplos formatos de apresentação, é uma iniciativa do Núcleo de Pesquisas em Novas Arquiteturas Pedagógicas da Universidade de São Paulo (NAP/USP), da PANPBL (Association of Problem-Based Learning and Active Learning Methodologies), do Instituto iungo, e conta com patrocínio do Instituto MRV.

Life Superiate Residencial

IATE RESIDENCIAL SERÁ O PRIMEIRO CONDOMÍNIO DE LUXO NO MAR
O capitão Erik Bredhe foi mestre de navio do “M/V The World”, até então a única embarcação residencial no mar e é o atual cofundador do superiate. Tudo foi projeto por dois escritórios de arquitetura e design que são mundialmente conhecidos: o Winch Design e Tillberg Design.

Ambos escritórios já estão trabalhando no projeto há mais de 18 meses para projetar não só o iate, como todos 39 apartamentos luxuosos que poderão ser personalizados pelos moradores. Algumas pessoas foram convidadas a investir e se tornarem os novos proprietários de apartamentos luxuosos no residencial que será lançado em cerca de três anos. Cada investidor convidado poderá escolher um espaço de luxo em um dos seis deques do Somnio, com preços a partir de US$ 10 milhões.

Os proprietários também irão contar com serviços completos de concierge, que estará disponíveis tanto para as necessidades a bordo quanto em terra. Já no iate, também haverá outras comodidades, desde uma adega com capacidade para 10 mil garrafas, sala de degustação e vários restaurantes e bares. O iate residencial também deverá ter um “clube de praia” a bordo, com instalações para esportes aquáticos e um lounge na proa.

A quadra do vôlei de praia será montada provisoriamente no Champ de Mars, bem aos pés da Torre Eiffel. Crédito: Paris 2024/Divulgação

OLIMPÍADA 2024 EM PARIS TERÁ JOGOS EM PONTOS TURÍSTICOS
Vôlei de praia aos pés da Torre Eiffel. Maratona aquática no Rio Sena. Ciclismo na Champs-Élysées. Basquete na Place de la Concorde. Tiro com arco no Hôtel des Invalides. Hipismo no Palácio de Versailles.  A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Tóquio ainda estava acontecendo, no último domingo (8), quando Paris roubou a cena com a exibição dos croquis que mostram os seus pontos turísticos como pano de fundo das próximas competições esportivas, em 2024.

Só a região em torno da Torre Eiffel, que inclusive será pintada de dourada para os Jogos Olímpicos, deve receber a maratona, a marcha atlética, o triatlo e o vôlei de praia, cuja quadra será montada provisoriamente no Champ de Mars, aquele gramadão logo atrás do monumento. Caminhando por cerca de dois quilômetros, o turista já chega ao Hôtel des Invalides, onde estarão rolando as competições de e tiro com arco. Sem falar das provas de natação em água aberta, que serão realizadas no Rio Sena, logo em frente.

Do outro lado do rio, os ciclistas estarão percorrendo a Champs-Élysées e contornando o Arco do Triunfo, como já acontece todos os anos durante a Volta da França. Em uma das pontas da avenida, o Grand Palais sediará as disputas de esgrima e taekwondo. De lá, são só dez minutos de caminhada até a Place de La Concorde, que será temporariamente transformada em uma arena para basquete 3×3, skate, bmx freestyle e breakdance, nova modalidade olímpica que estreará no Paris-2024.

As demais locações ficam fora do centro, é verdade, mas são praticamente todas estruturas já existentes e próximas de estações de metrô. Os estádios históricos Jean Bouin, Parque dos Príncipes e Pierre-de-Coubertin abrigarão, respectivamente, o rúgbi, o futebol e o basquete feminino. O tênis, é claro, acontecerá em Roland Garros, onde também haverá lutas de boxe. A ginástica ficará na Arena 92 e o handebol e o tênis de mesa, na Paris Expo. As provas de hipismo, um pouco mais distantes, terão como cenário nada menos que o Palácio de Versailles.

Os jardins do Palácio de Versailles receberão as competições de hipismo. Crédito: Paris 2024/Divulgação

As exceções são o Estádio Aquático e a Vila Olímpica, dois espaços que serão construídos do zero na vizinha Saint-Dennis. A cidade já abriga o Estade de France, que recebeu a Copa do Mundo de 1988 e  agora será reaproveitado para as provas de atletismo e as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos de 2024. Outras modalidades esportivas que terão disputas fora de Paris são a vela, que acontecerá na litorânea Marselha, e o surfe, que terá como palco o Taiti, maior ilha da Polinésia Francesa.

Os preços dos ingressos para acompanhar os Jogos Olímpicos de Paris in loco ainda não foram divulgados (acompanhe as informações atualizadas no site oficial paris2024.org). Porém, já dá para começar planejar a sua viagem buscando opções de hospedagens e destrinchando o nosso guia completo de Paris.

NA MAISON PITOMBO OS ARCOS DE CRISTAIS PARA CABELO

NA MAISON PITOMBO OS ARCOS DE CRISTAIS PARA CABELO